broadway
Broadway Xperience – A New Musical Party
3 de abril de 2018
vitrine_b_wiki_nova
WikiCast #7 – Carrie
17 de abril de 2018

Terceira temporada do [nome do espetáculo] no Rio!

nome2

Vencedora do Prêmio do Humor 2018 nas categorias de Melhor Espetáculo , a versão brasileira do metamusical da Broadway [nome do espetáculo] volta ao cartaz para sua terceira temporada no Rio de Janeiro, a partir de 17 de abril, sempre  terça e quarta, às 19h, até 30 de maio de 2018, no Teatro Eva Herz, no centro do Rio de Janeiro. 

Sinopse
O espetáculo é a história real (ou quase real) de Jeff e Hunter. Para participar de um festival, os dois escritores, com a ajuda de Susan, Heidi e Larry, precisam criar um musical em apenas três semanas. Com o elenco reunido, Jeff e Hunter fazem um pacto para escreverem até o prazo do festival e sonham com um espetáculo que mude suas vidas.

No elenco, Caio Scot [de The Book of Mormon], Junio Duarte [de The Book of Mormon e Jovem Frankenstein], Ingrid Klug [de O Mambembe], Carol Berres [de Contos e Encantos de Natal] e Gustavo Tibi[diretor musical e único músico em cena, da Banda Jamz], sob direção artística de Tauã Delmiro [de 60! Uma Década de Arromba, coautor das músicas de Vamp e diretor assistente de O Primeiro Musical aGente Nunca Esquece].

O espetáculo é a primeira montagem da CAJU produções, que tem à frente o ator e cineasta, Caio Scot e o ator e preparador vocal, Junio Duarte.  [nome do espetáculo] estreou no Solar de Botafogo, onde ficou em cartaz em novembro e dezembro de 2017. Em janeiro, a peça fez uma curta temporada no Centro Cultural da Justiça Federal. 

[nome do espetáculo] faz sua terceira temporada no mesmo ano em que o musical americano completa uma década desde a estreia na Broadway, em 2008. Lá, [title of show] foi indicado ao Tony Award de Melhor Libreto de Musical. 

A montagem brasileira foi indicada a quatro categorias do “Prêmio do Humor 2018”, idealizado pelo ator Fábio Porchat, levando os troféus de Melhor Espetáculo e o Prêmio Especial para versão brasileira. Foi também indicado a quatro categorias no “Prêmio Botequim Cultural”, incluindo Melhor Espetáculo.

[Nome do Espetáculo] 5803ed Foto Manuela Hashimoto

Ainda tem dúvidas se vale a pena ou não assistir o musical? Confira as críticas:

“O humor metalinguístico, a simplicidade da montagem e a qualidade das canções agradam aos que gostam de musicais e aos que não gostam também.” 
Jornal O Globo – Artur Xexéo 
 
“O acerto de um metamusical.”
http://www.escriturascenicas.com.br/2018/01/nome-do-espetaculo-o-acerto-de-um.html
Escrituras Cênicas – Wagner Corrêa
 
“Esse espetáculo musical é diferente, potente e extremamente cativante do início ao fim.”
http://woomagazine.com.br/critica-nome-do-espetaculo/
Woo Magazine – Adriana Dehoul
 
“Lindas vozes em um dos melhores musicais de 2017 no Rio.” 
http://www.acriticateatral.com/2017/12/nome-do-espetaculo-rj.html
Crítica Teatral – Rodrigo Monteiro
 
“Um espetáculo sincero e potente, [nome do espetáculo] se propôs a ser mais do que uma mera tradução de uma peça consagrada nos palcos da Broadway.”
https://www.broadwayworld.com/brazil/article/BWW-Review-NOME-DO-ESPETACULO-title-of-the-show-Should-Be-Nine-Peoples-Favorite-Thing-20180120
Broadway World – Gabriela Benevides
 
“Depois de assistir ao espetáculo, você deixa o teatro com a sensação de ter vis- to uma verdadeira obra prima do teatro musical contemporâneo. Exagero? Não acho.”
http://www.contracenarte.com/2018/01/nome-do-espetaculo-foge-regra-e-traz.html
Contracenarte – Rodrigo Vianna 
 
“…a montagem da versão brasileira é pautada por humor cáustico que provoca risos ao mesmo tempo em que expõe o talento do elenco e a engenhosidade do texto.”
https://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/post/musical-sobre-um-musical-descortina-com-humor-o-ceu-e-o-inferno-da-criacao-teatral.ghtml
G1 – Mauro Ferreira
 
“..um espetáculo hilário, feito com um humor inteligente e interpretado por um quinteto fantástico de craques, que não têm seus nomes em destaque, cercados de lâmpadas piscando, na fachada dos teatros, nem dividem o seu tempo entre o palco e a gravação de novelas para a TV. Não vivem na, e da, mídia; não são superstars. São super artistas.”
http://oteatromerepresenta.blogspot.com.br/2018/01/nome-do-espetaculo-desconstruir-o-que.html
O Teatro me Representa – Gilberto Bartholo
 
“Essa versão merece todos os elogios possível.”
 http://teatroemcena.com.br/home/critica-nome-do-espetaculo/
Teatro em cena – Leonardo Torres
 
“Mais que simplesmente traduzir, Caio Scot e Junio Duarte transformaram, com inteligência e humor, um original 100% Broadway no delicioso [nome do espetáculo].” 
http://www.movimento.com/2018/02/gente-como-gente/
Movimento.com – Fabiano Gonçalves 

 

SERVIÇO
[nome do espetáculo]
17 de abril a 30 de maio de 2018
Terça e quarta, 19h
Teatro Eva Hertz
21 3916-2600
Rua Senador Dantas 45  Centro
60,00 (inteira) | 30,00 (meia)
Classificação: 14 anos
Duração: 90 minutos
 
Ficha técnica
Texto original  Hunter Bell
Letras e Músicas Originais  Jeff Bowen
Versão Brasileira  Caio Scot, Carol Berres, Junio Duarte, Luísa Vianna e Tauã Delmiro
Direção Artística  Tauã Delmiro 
Elenco Caio Scot, Carol Berres, Junio Duarte, Ingrid Klug e Gustavo Tibi
Cenário Cris de Lamare 
Figurino  Tauã Delmiro
Iluminação Paulo César Medeiros
Direção Musical  Gustavo Tibi 
Designer de Som  Gabriel D’Angelo
Produção  Manuela Hashimoto e Alessandro Zoe
Idealização  Caio Scot e Junio Duarte
Realização  Caju Produções

 

[Nome do Espetáculo] 5734ed Foto Manuela Hashimoto